Ensinar a Caçar

Primeiro com um “brinquedo”, mas depois a sério!

Os suricatas são aqueles animais curiosos que habitam algumas planícies africanas, muito famosos pela posição hirta com que vigiam o grupo, de patas dianteiras estendidas e o afiado focinho muito atento a predadores. São socialmente muito activos: juntam-se em comunidades e vivem em complexos sistemas de túneis que escavam no solo. Para além disto, ao que apurou uma equipa da Universidade de Cambridge, os suricatas são professores activos dos elementos mais jovens do grupo!

Os suricatas são insectívoros, mas também se alimentam de pequenos répteis e algumas aves pequenas. Apesar de viverem em comunidades numerosas, são caçadores solitários e os elementos mais jovens não podem acompanhar os adultos nas caçadas. Então como aprendem? Alex Thorton descobriu que os suricatas fazem algo extraordinário: ensinam os filhos a caçar.

O comportamento é muito curioso. O adulto encontra um escorpião, mata-o e, depois, apresenta-o à cria para que esta aprenda a reconhecer e a lidar com o artrópode; uma espécie de brinquedo didáctico! À medida que as crias crescem e ficam mais experientes, os adultos vão substituindo escorpiões mortos por vivos, para que os filhotes os possam perseguir, caçar e matar. Vejam o vídeo:

E este comportamento é extraordinário porquê?

Não é possível ensinar sem estarmos conscientes da ignorância daqueles que ensinamos”, afirma Thorton, “e os suricatas não deverão possuir o quadro teórico mental necessário à tarefa”.

Então como se justifica este comportamento?

“O adulto limita-se a responder de modo diferente a diferentes vocalizações do pequenote, ou seja, não é inteligência, mas instinto”.

E, aparentemente, um instinto importantíssimo para a sobrevivência e expansão do grupo.

De qualquer modo, o ímpeto para ensinar/aprender nestes animais tem apenas um objectivo: encontrar comida. Esta limitação à motivação do ensino/aprendizagem já não se verifica nos humanos: queremos aprender por vários motivos e não apenas por uma questão de sobrevivência de grupo.

Muitas vezes também não queremos aprender, seja lá o que for e por que motivo for, mas isso é outra história!😉

Links:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s