A Dificuldade de Definir Vida

O que é vida? Como se distingue matéria viva de matéria não viva?

Aposto que o próprio leitor, ao tentar dar uma definição para vida, verá surgirem exemplos que desafiam a aplicabilidade dessa definição. Vejamos alguns exemplos frustrados:

  • Vida é tudo aquilo que “cresce” – mas os cristais e as cidades crescem;
  • Vida é tudo aquilo que cresce e se reproduz – mas e então um animal que é incapaz de se reproduzir? Como um híbrido infértil ou um ser humano com problemas de fertilidade?
  • Vida é um sistema auto-sustentável capaz de evoluir – mas nós não somos auto-sustentáveis porque precisamos de oxigénio, água e comida;

Mas existirá uma necessidade prática para uma definição precisa? A revista New Scientist noticia que, segundo uma equipa de astrobiólogos da Universidade Aberta de Milton Keynes, no Reino Unido, a definição tem importância para tornar possível desenvolver técnicas de detecção de vida noutros planetas. Disseram eles:

“Se estivermos simplesmente à procura de proteínas, aminoácidos e outro material bioquímico, uma banca de laboratório parece ser vida!”

Erwin Schrödinger, na sua obra O Que é Vida?, tinha já dado uma definição baseada na segunda lei da termodinâmica:

“Um organismo vivo é um tal que diminui a sua entropia interna às custas de substâncias e energia disponíveis no meio ambiente e que subsequentemente as excreta de forma degradada.”

Mas a equipa de Milton Keys decidiu melhorá-la. Então, para esta equipa, o que é vida?

“Vida é um sistema químico termodinamicamente aberto, com um limite semi-permeável. Possui um sistema de informação complexo e com propriedades emergentes, parte do qual é utilizado para operar um metabolismo baseado num gradiente de protões. Esse gradiente é capaz de gerar a diferença de potencial necessária através do limite semi-perméavel. A informação é hereditária e codificada de modo a permitir variação e, consequentemente, evolução.”

Não se assustem se acharem uma definição pouco mastigável. São os próprios investigadores que brincam com ela ao ponto de dizerem que “é adequada a uma definição científica, é precisa, ponderada e tem toda a elegância poética de um manual de software!”

Links:

2 thoughts on “A Dificuldade de Definir Vida

  1. A vida é impossível de definir por ser esta o infinito. Pode talvez definir-se o infinito? Podemos atingir uma explicação à vida, ao infinito, ao eterno desconhecido que conhecemos em cada momento?

    Obrigado polo caderno digital e saudações imensas e poderosas da Galiza, berço da Lusofonia.

  2. Não nos pertence,ainda,a capacidade de definir o que é vida,em sua essência.
    Conseguimos atribuir características a ela mas não encontar um significado puro,real,completo.
    Devemos,sim,tentar vive-la da maneira mais correta para q no final,haja um verdadeiro significado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s